Arquivo da tag: alergia

Alergia ao meu brinco tão amado !?

Você conhece o Níquel ?

Níquel ou sulfato do níquel é um metal, amplamente utilizado em centenas de produtos do nosso dia a dia, como botões de calças jeans, fivelas de cintos, chaves, tinturas de esmaltes, fiação elétrica, grampos de papel, celulares, pilhas recarregáveis, talheres , maçanetas, moedas, CDs, instrumentos musicais, jóias e bijuterias,  entre outros. É interminável a quantidade de objetos que contêm níquel.  Isso é porque ele tem diversas vantagens, como resistência à corrosão, maleabilidade, dureza e propriedades eletrônicas.

Apesar de tão versátil, o níquel é um problema muito sério para algumas pessoas. Ele é altamente alérgico. Em 2008 a Sociedade Americana da Dermatite de Contacto declarou o níquel como o Alérgeno do Contacto daquele ano.

As pessoas com alergia ao níquel podem ter  reações de contato de repente, a chamada Dermatite de Contato Alérgica. Esta reação pode acontecer tanto depois anos de exposição, como logo na primeira vez . Depois que desenvolve a alergia, a pessoa sempre será sensível ao níquel.

Sintomas e Sinais

A alergia se manifesta com o súbito surgimento de vermelhidão da pele, coceira, podendo ocorrer a formação de pequenas bolhas, que posteriormente se rompem e a pele descama. Para piorar, a área atingida pode depois que melhorar,  ficar escura, como se estivesse queimada, formando manchas bem desagradáveis.

Os locais os mais comuns para a ocorrência dessa dermatite são:

  • Pulsos – causados pelas pulseiras ou pelos braceletes de relógios que contêm o níquel
  • Pescoço- colares a base de níquel
  • Lóbulos da orelha – pelo uso de brincos com niquel
  • Abdômen na altura da cintura – devido aos botões das calças jeans ou à fivelas dos cintos

niquel 3

 

alergia

 

 

 

 

 

Algumas pessoas podem ainda desenvolver sintomas sistêmicos, devido a  ingestão do níquel que é presente em alguns alimentos, principalmente nos enlatados. Os sintomas variam, desde simples coceiras pelo corpo, até eczema com bolhas e descamação da palma das mãos e dos pés.

O mecanismo pelo qual o níquel é ingerido e absorvido pelo corpo ainda não é muito bem compreendido . Mas sabe-se que a vitamina C e o ferro são capazes de diminuir a sua absorção, ou seja, alimentos ricos em vitamina C e Ferro ajudam a reduzir a quantidade de níquel absorvida pelo corpo.

E quem pode ter alergia?

Tanto faz. Homens e mulheres , de qualquer idade, podem ter alergia ou desenvolve-la algum dia. É mais comum nas mulheres por causa de uso frequente de níquel em bijuterias baratas, daquele tipo que você compra nas barraquinhas dos hippies na praia. Nos homens é mais comum por causa das fivelas dos cintos.

Muitas vezes a alergia começa com a perfuração da orelha e do uso de um brinco de metal desses baratinhos, que são quase que feitos apenas de níquel. Até mesmo uma joia de ouro não é garantida, porque ela é sempre feita de uma liga de ouro com outro metal, que pode incluir o níquel. Nos brincos uma medida legal é passar esmalte na parte que tem contato com a pele, mas a proteção só vai durar até que ele descasque. Ou usar joias e bijus folhadas a prata ou ouro, de boa qualidade.

Diagnóstico e Tratamento

A alergia do Níquel é diagnosticada com a ajuda de exames e provas de contato e frequentemente exige tratamento.  Pomadas a base de corticoides ajudam bem, mas devem ser usadas com cuidado, afinal são corticoides. Na duvida, procure um dermatologista.

Quem é alérgico deve fazer o possível para evitar o contacto da pele com objetos que contem níquel, como colares, braceletes, brincos, anéis e relógios, alem de prestar atenção em peças de vestuário, como fechos, botões e zíperes.

E se a alergia for severa, fazer uma grande investigação na casa, em busca de objetos que possam ser a causa da alergia. Ha relatos de pessoas que tinham alergia à água da casa, porque a torneira continha níquel.

E você? Já teve alergia àquele brinco amado alguma vez?

 

Anúncios