Arquivo da categoria: Sem categoria

7 dicas rápidas para carimbar suas unhas

Muitas ginjas gostam de colorir e colocar adesivos nas unhas e para isso vão no salão e a sua manicure faz isso, outras por praticidade e/ou economia usam carimbos nas unhas e fazem toda a decoração em casa mesmo, antes era mais complicado, mas vamos combinar que eles evoluíram muito, tendo as plaquinhas e os carimbos devidamente cuidados o sucesso está garantido.

Dica Zero Zero – Use papel toalha para forrar a área da mesa que você vai usar para não causar estragos na mesa com borrões de esmalte. Acredite, já vi ginja reclamando depois que acontece.

Primeira dica – Se você acabou de comprar sua plaquinha, antes de usa-la veja se ela não tem uma película protetora, se tiver retire-a,  as vezes a película vem tão grudada que parece que não está lá, mas creia ela está..rrsss. Nunca use sem retirar a película, pois ai o esmalte não adere na plaquinha, vai borrar, manchar e estragar a unha já feita

Segunda dica – Se não for a primeira vez, mesmo que você tenha limpado na ultima vez que usou suas plaquinhas e carimbos, a primeira coisa a fazer ao pretender usar de novo é… limpar de novo, principalmente a plaquinha. Sempre sobra uma pontinha de esmalte escondida que vai estragar sua próxima utilização.

Claro que você já sabe que para aplicar o carimbo suas unhas já têm de estar feitas e secas com a cor que você quiser usar de fundo.

Terceira dica – Existem esmaltes próprios para carimbo, mas conheço ginjas que carimbam com esmalte normal, como as vezes o esmalte normal adere pouco e fica mais fraco, a dica é: Coloque o esmalte sobre o desenho desejado e raspe, ao invés de já passar para a almofadinha do carimbo, passe de novo o esmalte comum e raspe mais uma vez, aí sim use a almofadinha de silicone para transferir.

Claro que se você usar a tinta própria para carimbo de unha é bem melhor, mas as vezes acabou e você quer faze-las agora. Seja como for, nada de demorar para tirar da plaquinha, passou na plaquinha, raspou, imediatamente coloque no carimbo a imagem escolhida, para colocar na unha não precisa de tanta pressa,afinal você vai querer acertar a posição não é? Mas da plaquinha para o carimbo quanto antes melhor. carimbe na unha escolhida, concentre-se no que está fazendo (ficará muito mais bonita).

Quarta dica – Para raspar eu particularmente uso um cartão de plástico, no meu caso o de fidelidade do pet shop (rrsss), acho que fazem melhor do que os raspadores plástico e mesmo aquele que vem com plástico de um lado e ferrinho na outra, acho muito mais prático. Ah ! não faça como minha irmã que deixa o raspador reto, deixe-o levemente inclinado, irá raspar muito melhor.

Quinta dica – Como você deve saber entre um desenho e outro temos de limpar a plaquinha novamente, não sei você, mas eu costumo usar óleo de banana, não deixam aquele aspecto esbranquiçado que a acetona deixa e acho que limpa melhor. Limpe bem também o carimbo e seu raspador seja ele qual for. Borrar com sujeira seu segundo dedo carimbado é a ultima coisa que você quer, não é mesmo?

Sexta dica – Ginjas queridas cada uma de nós tem uma altura de unha, então quando carimbar, faça de um lado para outro da unha e não de frente como se faz com papel, é por isso que as almofadinhas são de silicone e super macias. Muito melhores para carimbar seguindo o formato e altura de suas unhas.

Sétima dica – Se você for como eu (desajeitada) e o carimbo não ficar legal ,ou não transferir legal, ou ainda  sair na posição errada que você queria (já fiz isso algumas vezes) é simples; peque imediatamente um cotonete e de uma leve molhadinha no removedor de esmalte, depois passe bem de leve e rapidamente sobre a área que estava com erro. Deverá remover a imagem sem estragar o esmalte porque ele já estava seco e o do carimbo ainda úmido sai mais fácil.

Curtiu as dicas, passe para suas amigas compartilhe.
Sabe outras técnicas? Coloca aí nos comentários. Participe.
Ajude quem está começando agora a carimbar as unhas com suas dicas. Beijos Ginja.

Anúncios

Ginja, Qual é o seu negócio?

Que desde que a mulher entrou no mercado de trabalho ela evoluiu é fato. Incialmente a passos lentos, mas hoje 30 % dos negócios privados do mundo estão em nossas mãos.

Estão nas mãos das mulheres 51% de todos os novos negócios abertos no Brasil e não é só em serviços domésticos e beleza e cabelo, hoje, serviços de buffet e comida pronta, comércio de roupas e acessórios, saúde particular e atividades jurídicas tem como idealizadora e mantenedora do negócio uma mulher.

É certo que muitas mulheres começam seus negócios por uma necessidade e não por visualizar uma oportunidade de mercado, mas o fato é que, nós mulheres, estamos mais do que nunca engajadas no mercado e na luta pela nossa sobrevivência e de nossos negócios.

Sim, é verdade que na maioria das grandes empresas o domínio de gestão ainda é masculino, mas nos pequenos negócios as mulheres disparam e não é raro que o marido perca o emprego e venha trabalhar na atividade da esposa, onde ela o lidera e coordena suas atividades.

E não é necessário nenhum dom especial para começar a ter seu próprio dinheiro, basta saber o que você faz bem e botar a mão na massa (as vezes literalmente) , em outras vezes uma boa ideia para montar um bom negócio, é montar algo que você tem dificuldade para achar, afinal se você tem esta dificuldade outras pessoas podem ter também e se você descobrir como resolver o seu problema talvez possa montar seu negócio ajudando outras pessoas a resolver o delas.

No meu caso por exemplo, eu queria bijuterias finas e semi joias que tivessem um preço bacana, fossem diferentes e principalmente duráveis já que tem muita coisa por ai totalmente descartável, como uma bijuteria lindinha que ganhei no escritório de uma colega, mas que depois da quarta vez de uso já havia perdido duas pedrinhas de cristal. Triste isso.

Ai o jeito foi ir a luta, estudar o assunto e montar minha loja virtual, onde quem compra não vai passar por estes perrengues.

O mais importante, é você fazer algo que lhe dê alegria de estar fazendo nascer e crescer, não acredite em sugestões tipo “negócios para mulheres”, conheço uma ginja que é dona de uma mecânica de motos e abriu seu negócio de tanto fuçar na moto usada que comprou, mas que vivia dando problema. Mecânica é para mulher? Podem achar que não é, mas a Eliana Franco que eu conheço, vive da oficina dela e hoje comanda 3 mecânicos.

Por outro lado, vamos deixar claro, não existe pequenos negócios de mulheres, todo e qualquer negócio tem o tamanho que sua dona deseja e nem é preciso procurar muito para conhecer grandes negócios que surgiram pequenos e sempre foram comandados por mulheres.

E você que negócio tem ou deseja montar? Comente em nossa página do Facebook e vamos mostrar que ginjas são poderosas e mandam muito bem. Qual seu negócio Ginja? Comente.

Dia das Bruxas ! Prepare sua vassoura !

Hoje dia 31 de outubro, é dia das Bruxas, ou Halloweem, para as mais tradicionais. Como um Ginja pode ser uma bruxa, ou uma bruxa pode ser uma Ginja, nada mais natural do que uma postagem em sua homenagem!

Mas você sabe o que é o Halloween?

Então antes de pegar sua vassoura e seu caldeirão, vamos a um pouquinho de cultura geral inútil, que não faz mal a ninguém. Assim, se alguém te parar na rua e te perguntar porque está carregando uma vassoura, você terá argumentos sólidos.

Dizem que o povo celta, há mais de 2500 anos,  acreditava que no fim do mês de outubro, ultimo dia do verão no Hemisfério Norte , quando começava o inverno , surgiam assombrações que amaldiçoavam os animais e as colheitas e os espíritos saíam dos cemitérios tomando posse do corpo dos vivos. Nesse período, eles realizavam diversas festividades, com o objetivo de afastar os maus espíritos. As comemorações do Halloween teriam surgido desta forma, com as pessoas colocando em suas  casas objetos e figuras assustadoras, como caveiras, ossos decorados, abóboras enfeitadas, que assustariam essas assombrações.

Com tempo as festividades se tornaram uma tradição na Irlanda e na Europa. Na Idade Media, passou a ser chamado de Dia das Bruxas e a Igreja Católica passou a perseguir aqueles que comemoravam a data, condenando-os à fogueira no período da Inquisição. ( Na Idade Média, as mulheres consideradas bruxas eram perseguidas pela igreja católica, acusadas de heresia e sentenciadas à morte na fogueira).

Para tentar diminuir as influências pagãs, a igreja católica criou o dia de Finados, em 2 de novembro. Nessa época , no dia 31 de outubro, acontecia uma vigília de preparação denominada “All Hallow’s Eve” (Véspera de Todos os Santos). Com o tempo a expressão sofreu transformações e virou Halloween.

Hoje o Halloween – ou Dia das Bruxas – é uma celebração de culto aos mortos,  bastante popular nos países do Hemisfério Norte e de língua anglo saxônica, cujo significado se refere à noite sagrada de 31 de Outubro, véspera do feriado religioso do Dia de Todos os Santos.

Os principais símbolos são  fantasias de bruxas e a famosa abóbora com feições humanas iluminada através de uma vela acesa. As casas são decoradas com objetos e temas assustadores,como fantasmas, bruxas, zumbis, caveiras, monstros, gatos negros e até personagens como Drácula e Frankenstein.

As crianças usam fantasias e vão de porta em porta na vizinhança, onde soltam a frase “doçuras ou travessuras” em troca de balas, doces e cocolates

No Brasil se comemora o Halloween em festas particulares, mas não possui um significado e valor cultural tão forte como nos Estados Unidos e em outros países, principalmente do Hemisfério Norte. Aqui o governo tentou estimular alguma festividade ligada ao nosso folclore e transformar o dia 31 de outubro em Dia do Saci…Mas não sei se deu certo.

Pronto. Agora pegue sua vassoura e boa festa !

 

HTB1HyECNXXXXXb0XXXXq6xXFXXX8.jpg_220x220

 

Hoje é dia das Crianças.

Como hoje é dia das crianças , resolvi discorrer sobre um assunto bastante polêmico, ao qual não podemos fechar os olhos e temos que falar a respeito. Sobre a influencia que os adultos exercem sobre os pimpolhos e as sequelas que más influencias podem trazer à elas em um futuro próximo.

O caso que aconteceu da exposição com o peladão e a menininha é apenas a ponta de um iceberg gigantesco do que as nossas crianças vivenciam hoje. Somente no futuro saberemos o quão lesivo isso foi para elas .

Primeiro temos que repensar sobre a forma como estamos criando nossos filhos. Excessos em tudo, desde a liberdade dada até a realização de todos seus desejos para que ” não se frustem”. Isso está formando uma geração de crianças mimadas, mal educadas e que não suportam frustrações na vida, acreditando que realmente basta chorar ou fazer cara feia que a vida lhes dará o que pediu, e o que é pior, se tornando pouco produtivas quando adultas, sem inciativa. A vida nos diz muitos nãos, é necessário que aprendamos desde cedo que isso não irá nos impedir de realizar nossos sonhos e sirva mesmo como um estimulo à luta pela sobrevivência.

Castigos são tão necessários quanto carinhos e afagos.  A criança tem que saber que existem limites, e eles são definidos pelos pais. Elas tem que aprender a respeita-los, pois apenas assim serão adultos que respeitam os mais velhos e saberão amar e retribuir o amor à elas dedicado. Quando são mal criadas, fazem birra ou desobedecem, devem ser colocadas de castigo, ter seu celular confiscado, a boneca negada e não paparicadas, pois somente assim aprenderão os seus limites, por mais que isso deixe você com dó dela.

Como dizia Renato Russo, disciplina é liberdade. Para que  tenhamos nossa independência emocional e financeira , precisamos da disciplina. A criança deve aprender a suportar a dor do “não ter”, do não conseguir, do não conquistar, e aprender principalmente a lidar de forma positiva com esses sentimentos, pois isso apenas a ajudará no futuro à progredir e a amar da forma correta, sem se deixar levar pela ansiedade e medo.

A criança aprende com o exemplo. Se você dá um bom exemplo, se sua casa é calma , tranquila, sem brigas e discussões, se as pessoas interagem respeitando-se entre si, ela aprenderá a respeitar os outros. Nunca brigue ou xingue na frente de uma criança, pois você ficará surpreso ao perceber que ela fará o mesmo com você. Você é seu maior exemplo, ela tentará ser o que você é e faz.

A família tem papel primordial na educação. Hoje em dia, cada vez mais, tem-se tentado passar para as escolas a responsabilidade da educação. Não se engane, ela é sua, da família da criança. À escola cabe apenas ensinar, preparando-a para o futuro, a raciocinar logicamente, à ter cultura e conhecimento. Mas isso não basta. Em casa é preciso estimular a criança a ler e quanto mais cedo melhor. Exercitar sua mente com livros, jogos educativos, despertar sua criatividade com pinturas, exercitar sua capacidade de visão com quebra-cabeças, enfim, prepara-la para ser um adulto inteligente, culto e com desejo de conhecimento, cabe à família. E fique atento, as escolas hoje em dia estão fugindo de seu papel de educadores em prol de ideologias politicas e culturais, que podem não ser o que você deseja para ela !  Não deixe de verificar o que a escola esta ensinando ao seu filho, suas lições de casa, seus livros educacionais, o que foi dito em sala e se não concordar, abra a boca ! Afinal , não temos que ser politicamente corretas em relação aos nossos filhos, certo ? O segredo da liberdade é a eterna vigilância.

Não se deve estimular a sexualidade da criança precocemente. Tudo tem sua hora e sua vez. Mostrar fotos de mulheres nuas para meninos pequenos ou sensualizar meninas, pode ter efeito devastador sobre sua personalidade futura e sua sexualidade. Expor crianças a situações como a tal menina com o peladão é extremamente grave ao desenvolvimento de sua personalidade, correndo-se o risco de lhe provocar neuroses, depressões, sentimentos de culpa, entre outras doenças psiquiátricas. Elas devem ser poupadas dessas situações até que tenham a maturidade de um adulto para separar as coisas, independentemente se você acredita que aquilo é ou não arte. Eu pessoalmente acho vulgar, feio e vazio.

Acredito que com a educação vinda da família, você estará dando aos seus filhos o melhor dos presentes no Dia das Crianças, o seu futuro.

À isso se chama Liberdade.

Esta definitivamente foi uma semana bem cansativa. Trabalhei todos os dias das 7 da manhã até a meia noite, o que me deixou com muito pouco tempo e com o corpo bastante cansado. Mas estou estupidamente feliz, pois apesar do cansaço físico, o sabor da realização e do sucesso conseguiu dar à minha alma e à minha mente um prazer sem igual. O que me levou a pensar hoje pela manhã, enquanto me maquiava e fazia minha escova diária ( adoro pensar nessa hora da manhã ): “Ser empresario não é para qualquer um…”

Você com certeza já falou ou ouviu alguém falar a seguinte frase: “Um dia vou ter meu próprio negócio e ninguém vai mandar em mim ! Afinal, os donos da empresa sim levam a vida fácil, enquanto eu trabalho ! Aí eles vão só ver ! ”

Mas será que é assim mesmo que as coisas acontecem ?

Ser uma empresaria, autônoma, dona do próprio nariz, tem suas vantagens e desvantagens, assim como ser um empregado. Vamos falar do básico:

Quando você é um empregado, tem um salario fixo, tem FGTS, direitos trabalhistas, férias, 13°, pode se afastar quando tem um bebê, pode ficar doente e pegar atestado, sai viajar nos feriados e continua ganhando o mesmo.

Mas e o empresario? E o autônomo?

Bom, ser livre tem um preço!

Esqueça as ferias anuais, para começar. Você não tem direitos trabalhistas ( e se tiver empregados vai ter que garantir o deles), não tem FGTS, não adianta levar atestado, pois ninguém vai te pagar a não ser você mesma e se tiver um bebê vai voltar a trabalhar assim que conseguir andar ou sair da cama.

E o que ganho com isso ? Liberdade meu amor. Liberdade. Você ganha mais, o governo não fica usando seu dinheiro sem lhe repassar os rendimentos , você faz os seus horários e ainda de quebra, não tem ninguém te enchendo a cabeça. Mas é preciso se sacrificar para ter isso.

A menos que você seja uma herdeira ou já nasceu rica ou casou com alguém muito rico, você tem que ganhar a vida, seja em um bom emprego ou como dona de algum negocio. Muitas vezes as pessoas se lançam como empreendedoras  para ter uma complementação de renda.

Para deixar de trabalhar para os outros, você precisa de duas coisas: ter o perfil empreendedor e ter dinheiro.

O dinheiro é fundamental para você empreender. Você terá que investir, dependendo da área onde vai atuar, seja em uma lojinha de doces ou em uma mega loja de departamentos ou em uma industria, pois sem dinheiro você não vai sair do lugar. Minha dica? Não saia do seu emprego até conseguir fazer seu negocio girar e lhe dar o retorno financeiro que precisa!

” Mas Ginja, aí eu vou ter que trabalhar em dobro ! ? ” Dupla , tripla jornada ???

Vai.

A verdade é que tanto para um tipo de trabalho quanto para outro, você tem que ter o perfil. O Perfil de empreendedora não consegue trabalhar apenas em um emprego assalariado, a menos que realmente não consiga sair dali por algum motivo. Já o perfil de assalariada não conseguirá empreender sem se ” cansar”. Porem ambos perfis devem existir e isso comentarei em um outro post.

Vou contar um caso:

Eu mandava fazer meus óculos em uma loja de óculos em um shopping da minha cidade. La havia uma gerente espetacular. Sabia tudo de optometria e tinha muita capacidade técnica. Alem disso, como gerente, ficava sempre além do seu horário, todos os dias. Se dedicava tanto, que  acabou sendo promovida para gerente estadual.

Com isso , uma vendedora boa da loja foi promovida a gerente no lugar dela. Quando lhe dei os parabéns pelo sucesso e mesma me falou: Não gostei não, apesar de ganhar o dobro, tenho que trabalhar demais! A gente tem que pensar na saúde, né?

Fiquei meio de queixo caído com a resposta dela. Em pouco tempo pediu demissão e foi trabalhar em algum serviço ” mais fácil”.

Essa é a diferença entre quem nasce para empreender e quem nasce para ser empregado.

Empreender exige dedicação, exige renuncia, exige esforço físico e mental, exige persistência. Ninguém que aos 20 anos de idade esteja pensando em sua ” saúde” se trabalhar um pouco mais, vai conseguir ter sucesso. Empreender significa que você esta apostando em uma ideia, e como um trator, não vai desistir de seus sonhos.

É possível conciliar o resto, as ferias, o descanso e a família ? Sim , é. Mas enquanto você estiver no começo, terá que se doar de corpo e alma ao seu projeto de vida. Isso se chama Liberdade.

Fui ali e já volto!

Menina, que semana é esta?

Ginjas queridas, sabem quando está tudo sob controle em sua vida e de repente parece que tudo fica de pernas pro ar? Foi assim meu início de semana, que coisa de louco !

Me senti como naqueles dias de chuva fininha e fria, que está ventando e você toda arrumadinha de saia rodada, indo para uma reunião de trabalho, guarda chuva em uma mão, pasta de trabalho debaixo do outro braço, toda encolhida debaixo da sombrinha, para não estragar a escova (ou chapinha) e ao virar a esquina…

Vrupptt!! Bate o bendito vento debaixo pra cima, a saia levanta o guarda-chuva vira do avesso e você fica sem saber se abaixa a saia, desvira o guarda-chuva, coloca a pasta na cabeça para proteger a escova ou chora e aí fica com aquele olhar de cachorro que caiu de caminhão de mudança. Enfim, a confusão acontece com qualquer um!

Mas somos ginjas, quase ninjas e somos como o bambu : vergamos, mas não quebramos, não é?

Daí dei uma sumidinha básica esses dois dias pois estive realmente muito, mas muito ocupada mesmo. Mas tenho certeza de que não fui abandonada por vocês !

Mesmo porque, não sei se vocês notaram, mas, mal completamos duas semanas e já somos mais de 2.700 ginjas. Quero mais é conversar muito com vocês, aquele papo gostoso, de cafezinho no canto do salão de beleza, de mesa da cozinha com fogão a lenha, por cima do muro de casa, enfim naqueles lugares onde a conversa flui de boa, redonda.

Aí veio o Facebook e me avisou que eu “sumi” e que tenho de postar, porque vocês estão aí loucas para conversar!

Não sumi não e sei que vocês entendem que a vida não é novela, onde até as confusões são programadas e você, só de assistir, já sabe o que vai rolar depois.

A vida é para se viver o dia a dia, minuto a minuto, na tranquilidade ou no caos, mas  já fica valendo o aviso:  quando eu der estas sumidinhas de um ou dois dias é porque: Eu fui “ali”, mas já volto !

Ah!! Algumas ginjas já estão me mandando assuntos para conversarmos, com sugestões sobre coisas para mostrar aqui e no blog. Estou achando isso bárbaro, espero que mais e mais ginjas sigam estas primeiras, para fazermos deste clube de ginjas um centro multi cultural! mande suas sugestão, mande sua opinião, mande sua colaboração. Você escreve ? Me mande seu texto e se eu aprovar ( sim, aqui ha censura, gostem ou não ) , posso postar para todas verem!

Então, vou ali e já volto, é rapidinho, Beijinhos a todas.

Vamos falar de saúde ?

 

Vamos falar um pouco de saúde ?

Citrus Limonium. A fruta mais cítrica de sua família, também conhecido como limão. Um toque de energia em sua vida agitada de Ginja!

Você sabia que existem cerca de 70 variedades de limões no mundo ?

A maioria deles descende de frutos que vieram originalmente da Ásia, das regiões da Índia e Himalaia, sendo sido trazidos para a Europa pelos primeiros conquistadores, entres os séculos VII e IX. Chegaram ao Brasil trazidos pelos portugueses e hoje somos o segundo maior produtor do mundo, principalmente do limão Tahiti.

Todas as espécies de limão têm propriedades semelhantes no quesito saúde. Ricos em vitaminas e elementos saudáveis, basta escolher o que você mais gosta.

O ácido cítrico presente nos limões, em contato com o meio celular, comporta-se como um poderoso alcalinizante, ou seja, um neutralizante da acidez interna.

Sabemos que conforme envelhecemos, nosso sangue fica cada vez mais ácido, o que promove a morte celular, o envelhecimento e o surgimento de doenças. Nossos hábitos alimentares, com grande ingestão de açucares e farinhas brancas, pioram esse quadro. O uso continuo do limão pode ajudar a reverter ou parar esse processo, ou torná-lo pelo menos, menos intenso !

Um dos efeitos mais fantásticos do limão é sua capacidade de diminuir o ácido úrico no sangue. Tomado em jejum, cerca de 20 minutos antes do café da manhã, de forma regular e diária, pode erradicar os uratos, limpando o organismo.

Além disso ele contribui para o combate às infecções e inflamações do trato digestivo, destruindo bactérias nocivas e  ajudando a eliminar os resíduos intestinais.

Seus flavonoides amenizam os sintomas da gripe e sua casca, que contém um potente fito-nutriente chamado tangeritina, tem demonstrado benefícios em doenças cerebrais como a doença de Parkinson.

Contém ainda vitaminas B1, B2 e B3, provitamina A (caroteno), principalmente na casca e vitamina A na polpa fresca e sumo. Possui vitamina PP, que protege e tonifica o sistema vascular e vitamina I, que é um preventivo das pneumonias.

Tem grandes quantidades de sais minerais e oligoelementos como cálcio, ferro, silício, fósforo, cobre, potássio, magnésio e iodo e quantidades apreciáveis de ácidos cítricos e málico, pequenas quantidades de ácido acético, fórmico, citratos de potássio e de sódio. Ele é um otimo aliado para quem faz atividades fisicas, pois diminui o cansaço muscular e as cãimbras!

Agora que você já conhece os benefícios do limão, que tal introduzi-lo em sua dieta diariamente com algo gostoso e saudável? Você pode temperar todas as carnes com limão, sal, pimenta e óleo, seja frango, peixe ou carne vermelha e deixar marinando um tempo antes de cozinhar. Isso dará um sabor diferente a elas.

Mas o que gosto mesmo e me dá uma energia fantástica todos os dias, é tomar ainda em jejum, um delicioso suco feito com um limão, mel e uma pitada de pimenta vermelha! Fica divino !

limao-1468454709

Até que a morte nos separe.

A frase parece trágica, mas é sempre verdadeira. Sim, verdadeira.
Por parte de pai, venho de uma família de portugueses, e minha avó contava que ela havia dado sorte na vida.

Era a mais nova de três irmãs e na aldeia onde moravam em Portuga, era comum os casamentos arranjados entre as famílias. Suas irmãs eram um pouco mais velhas e ela chegou a ver que seus casamentos não tinham sido dos mais felizes. Como a idade de casar (17 anos, para garantir o casamento de uma virgem) já estava chegando, ela ficou apreensiva do que estariam “arranjando para ela”.

Descobriu que iria se casar com um rapaz que ela até achava bem-apessoado, parecia educado, mas, entre parecer e ser, desde aquele tempo sempre houve uma grande distância, de forma que ainda pairava no ar uma certa apreensão.

A apreensão aumentou quando descobriu que seu futuro marido iria se mudar com um primo e sua mulher para o Brasil e ela certamente iria perder o contato com sua família. Graças a Deus tudo deu certo para ela, eles tiveram 8 filhos e a semente foi tão boa, que sempre foi uma família muito unida. Mesmo porque, naquela época o “até que a morte os separe” , era por vezes uma dura e triste realidade para as mulheres.

Hoje os tempos mudaram, as mulheres se emanciparam e podem escolher com quem se casar, quando e por quanto tempo. Sim divórcio é uma realidade, o que nem sempre quer dizer que estas Ginjas estarão livres de perseguições e por vezes até morte, por parte de seus ex maridos.

Algumas de nós ainda escolhemos mal e em enorme maioria deixamos que os homens tomem as rédeas de nossas vidas, nos dizendo o que comer, vestir, acreditar, enfim controlando as situações por mais cotidianas que seja. Para isso só há um remédio, a independência financeira e isto só vem com educação e trabalho.

O que quero dizer com isto é que: muito mais importante do que ter sovaco peludo ou sair para protestar com os seios de fora, é preciso muito estudo e um bom emprego ou muito estudo e muita vontade, para desenvolver uma atividade própria e conquistar a tão sonhada independência financeira.

Isso é fundamental para que possamos escolher quem desejamos ser, quando e onde, e ainda possamos conquistar o homem que queremos, aquele que seja um verdadeiro companheiro. Assim podemos seguir na vida, seja com ou sem ele, baseando-se apenas na nossa vontade, já que tais decisões quem toma, somos nós.

Sem alardes, sem protestos públicos, sem mimimis. Os homens que descubram que ter uma companheira hoje, é ter alguém ao seu lado que pode ajudá-lo a trilhar caminhos de sucesso, pois ela estará preparada, inclusive psicologicamente ( forte e lúcida) para ser uma grande mulher.

Caso contrário: “Hasta la vista,baby” !  Como eu disse, acredito piamente no “ até que a morte nos separe”, mas também tenho plena consciência de que há muitas formas de se morrer. Se quem morre é o sentimento ou a admiração pelo seu companheiro, está mais do que na hora de enterrar este sentimento.

“Mas amiga, olhaaa esse rímel!”

Chamada show essa, não é?

Vou contar do que se trata. Beleza e empreendedorismo. Tudo junto.

Ha 1 mês eu fui à um bazar em São Paulo, o Casa The Bazaar, em Alto de Pinheiros. Só coisa fina, gente muito mas muito rica mesmo, carrões , enfim, um mundo à parte. Lá era possível encontrar tudo que uma mulher deseja, de roupas a acessórios, maquiagens, perfumes e coisas maravilhosas para casa. Um antro da perdição.

Foi onde eu conheci a Bianca. Carioca, mas que mora em São Paulo, bem vestida, linda , simpática à beça. O stand de vendas dela era apenas de maquiagens. Muita maquiagem.

Fiquei impressionada com a habilidade de vendas da Bianca. Ela não parava um só segundo, rodeada de mulheres querendo ver e conhecer a maquiagem que ela vendia.

Ela começava demonstrando uma maquiagem básica para a cliente, que fazia ali mesmo, em pé, passando uma base show, uma sombra, um delineador, um lápis de sobrancelha, um batom e terminava dizendo : Mas amiga, olha só esse rímel !

E vendia , muito. Principalmente o rímel. Eu comprei um pois fiquei apaixonada pelo efeito de cílios postiços que ele tem. E quer saber?  Não sai com água de jeito nenhum. Minha nova amiga diz que dá até para nadar com ele, mas isso ainda não testei. O que sei é que é realmente o que ela disse ser. Não borra, você lava o rosto e ele continua lá! Meio plastificado, quando sai , sai aos pedacinhos e se você esfregar muito ou usar água morna ou com demaquilante. Me convenceu.

Mas e a Bianca?

Bom, a Bianca me contou um pouco da historia dela. Ela é uma Ginja em toda sua concepção. Veio de família pobre, casou, teve filhos e resolveu ter sua própria renda. Com o pouco que tinha de dinheiro comprou produtos, expositores, criou a Bianca Maquiagens. E vende em bazares ha 10 anos. Trabalha quase todos os fins de semana, viaja o Brasil todo, e vai onde houver um bazar acontecendo. Sempre bem vestida, com colares, brincos, pulseiras, cabelo arrumado , super bem maquiada. Aliás, fez alguns cursos de maquiagem, assim pode demonstrar melhor seus produtos.

Hoje ela está tão bem, que praticamente é ela que ganha mais na casa. O marido a acompanha em todas as viagens que ela faz. Tem uma casa boa,  viaja de ferias 1 vez por ano.

O tempo todo a vi monitorando a casa pelo celular. Fala com a empregada, fala com a filha, liga para o filho, pergunta de se comeram, como foram na escola, tudo entre uma cliente e outra.

O ticket médio de venda dela é de R$ 400,00 por venda! E eu vi ela vender. Ela vende muito.

O que aprendi com ela?

Simpatia, educação, conhecimento, são as bases de um bom negocio. Você tem que conhecer o seu produto, tem que fazer cursos para ser a melhor. E esbanjar simpatia e educação para sua cliente, além de estar sempre linda, primorosamente arrumada. Lembre-se, você venda a sua imagem

Ah ! Você quer saber qual é o rímel ? É este aqui !