Dica de Viagem da Ginja

Estamos em março e logo logo começa e esfriar… Olhando o tempo chuvoso hoje , sentada na varanda da minha casa, já comecei a pensar nos lugares para onde adoro ir nessa época do ano, que é quando mais gosto de viajar. Lugares frios são a minha preferência absoluta e como não sou egoísta, resolvi dividir um pouquinho com vocês.

Resultado de imagem para mirante visconde de mauá rjOs lugares mais deliciosos para se ir nessa época fria do ano geralmente são frios também. Isso exige um cobertor de orelhas, mas se você não tiver um, não se preocupe, pois cansei de ir viajar sozinha antes de me amarrar definitivamente e nunca me incomodei com isso. Uma lareira, uma boa garrafa de vinho e um bom livro podem ser o suficiente para esquentar a sua noite e acalmar a sua alma.

Infelizmente é necessário ter um carro para se aproveitar a minha dica de hoje. Um carro e uma mochila, contendo algumas roupas de frio, um par de botas de caminhada e uma roupa de banho são mais do que suficientes para passar a semana toda, se estiver pensando em fazer um retiro com você mesma.

Resultado de imagem para pin up roupa de inverno

Umas roupas bem quentinhas, um casaco e um par de botas com salto baixo deixarão você a vontade e na moda para encarar as noites geladas e quem sabe, arrumar um novo cobertor de orelhas…Mas se não achar, não tem problemas, você encontra facilmente gorrinhos de lã por lá.

A dica de hoje é Visconde de Mauá, Maromba e Maringá. Um trio perfeito, que você tem que conhecer se, como eu, adora lugares românticos, aconchegantes, com comida muito boa, arredores cheios de natureza, cacheiras, trilhas e com poucos turistas.

Visconde de Mauá é praticamente uma vila, constituída por uma avenida pouco movimentada, rodeada por pousadas e uma simpática igrejinha logo na entrada das cidade. Na avenida tem ótimos restaurantes, mas é bem paradinha. Um pouco mais para frente, em estradas razoavelmente sinalizadas, você chega em Maringá de Minas/Maringá do Rio.

Imagem relacionadaSim, Maringá é dividida em duas metades, separadas pelo rio Negro, que de negro não tem nada, e interligadas por uma ponte estreita que dá passagem para uma pessoa apenas.

 

Ali é onde tudo acontece. Restaurantes maravilhosos, com comidas típicas da região, como trutas grelhadas e fondues de queijo, carnes e o pecaminoso chocolate. Alguns tem musica ao vivo, de bom gosto, a maioria com jovens tocando violão e cantando MPB.

Resultado de imagem para ponte maringa de minas e rio

 

Há muitas lojinhas em Maringá, com artesanato típico e muito lindo. A famosa loja Las Casitas com suas casinhas feitas de barro está há décadas ali e acho até que já virou patrimônio da pequena cidadela.Resultado de imagem para las casitas visconde de maua

Há ainda outras lojinhas de artesanato, onde você pode inclusive encontrar colchas de patchwork, feitas a mão e de extrema beleza. Mas prepare o bolso, pois não são baratas.

Ao redor do centrinho há diversas pousadas, uma mais charmosa que a outra, onde você pode recuperar toda energia perdida.

Resultado de imagem para pousadas visconde de mauá rj

 

 

 

 

 

 

Saindo de Maringá, uns 5 k depois você chega em Maromba. Ali o publico é outro. Maromba é praticamente uma praça, cheia de artesanato hippie e lojinhas. Não tem muitas atrações, mas atrai a molecada.

Toda a região é fácil de ser percorrida e há inúmeras pousadas espalhadas nas três pequenas cidades.

Além disso, existem as atrações naturais da região. Lá você encontra diversas cachoeiras, algumas delas estão em fazendas que cobram uma pequena taxa de manutenção do local, como manutenção das trilhas, que geralmente são bastante seguras com pequenas pontes de madeira e cordas de apoio. Mas não leve crianças e nem idosos nesses passeios, pois nem todas estão assim… tão seguras.

Um exemplo são as cachoeiras do Alcantilado. O vale do Alcantilado é uma propriedade particular que fica dentro do Sitio Cachoeiras do Alcantilado. Em uma trilha de 1,5 km em meio à mata Atlântica, você tem acesso a 9 cachoeiras, sendo que 8 delas são próprias para banho (geladíssimas por sinal). A ultima fica depois de uma subida bem íngreme onde uma belíssima queda de 50 metros de altura espera seus cliques da câmera fotográfica.

A trilha é bem demarcada e conservada, com degraus e cordas para auxiliar nas subidas.

Resultado de imagem para cachoeira do escorrega visconde de mauá rjMas existem opções para quem gosta de menos esforço físico, como a Cachoeira do Escorrega, famosa na região, e onde os corajosos brincam em seu escorregador, que termina em um grande poço gelado. Ao lado há um restaurante para os que assim como eu, preferem apreciar a ótima gastronomia local.

Falando nisso, em maio é época da festa do pinhão e do Concurso de gastronomia, que agita toda a região.  Programe-se, pois nessa época fica mais difícil encontrar onde ficar.

Resultado de imagem para bolo hungaro visconde de mauá rjUma ultima dica que ia quase esquecendo: Não deixe de provar o famoso bolo Húngaro, de preferência sentada em uma cafeteria, olhando as montanhas ao redor e saboreando um café. Você nunca mais vai encontrar algo sequer parecido em lugar nenhum.

Um beijo da Ginja e divirta-se!

 

.

 

8

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: