Seja você. Vire tendência.

Eu não sei vocês, mas quanto mais eu vejo moda, mais eu acho que quem faz a nossa moda somos nós mesmas, não acham? Então acompanhem meu raciocínio.

Neste verão “ciganinha “está em alta, (também pudera, com o calor que anda fazendo por aqui) mas, é interessante notar que este mesmo modelo já existia, sob o nome de “tomara que caia”… nada de novo, não é ?

Ok ok, algumas me dirão que as estampas são mais modernas, a paleta de cores é bem diferente, mas no fundo, no fundo, é um relançar com outro nome.

O compositor Zé Rodrix já dizia em uma de suas composições de sucesso: De 20 em 20 anos aparece sempre uma nova moda/ mas de 40 em 40 todas as coisas se repetem …

Por isso eu particularmente não sigo à risca moda alguma e não sou ligada em marcas famosas.

Tudo bem, nada contra quem curte, só não é a minha praia, pois me considero uma mulher de estilo próprio e não devo ser tão ruim nisso, afinal vira e mexe, recebo elogios de outras mulheres sobre uma combinação de roupas que eu fiz ou das semi joias que eu usei, como uma combinação de pulseiras que fiz outro dia e fez o maior sucesso.

Afinal, acredito que me sentir bem com a roupa que estou vestindo melhora em muito a minha autoestima.

Se achar bonita é bom, mas receber elogios é a certeza de que estamos realmente irradiando aquilo que somos interiormente. Considero impossível nos sentirmos bem e lindas se não estivermos bem por dentro.

Criar seu estilo próprio, além de dar uma assinatura à sua personalidade, com certeza te identificará como pessoa única.

Me lembro que eu estava entrando na adolescência, quando começou a virar moda as calças jeans (nossa acabo de revelar minha idade, rrsss) e uma propaganda dizia que era uma roupa que mostraria que os jovens daquela geração eram diferentes.

A primeira coisa que eu pensei foi: Como serei diferente se todos se vestirem iguais?

 

A primeira coisa que eu pensei foi: Como serei diferente se todos se vestirem iguais?

 

Sim, eu tive várias calças jeans e sim, de todos os modelos lançados, mas (sempre tem um “ mas “), eu as utilizava muito mais por uma questão de praticidade do que por moda

A cada ano a moda lança novas coleções e eu não conheço ninguém que jogue fora a roupa do ano passado, isso seria loucura. E não é só com roupa que isto acontece.

Há um tempo atrás fui comprar um tênis novo que minha personal havia sugerido por ser melhor para caminhadas. Ao chegar na loja havia o tal tênis e custava “X”, aí olhei para duas prateleiras a direita e vi a mesma marca, o mesmo tênis para caminhada, 40% mais barato e perguntei ao vendedor:

– Aquele tênis não é da mesma marca que este?
Resposta: -É sim

– Mas e porque é 40% mais barato se é para caminhada e da mesma marca?
Resposta: Porque é da coleção de dois anos atrás

Adivinha qual eu levei? Lógico o de 40% mais barato e nem por isso deixei de ouvir da turma de caminhada: – Nossa tênis novo, que lindo.

Moral da história: É o fato de me manter em forma que me faz bonita e atuante e não a marca e o modelo que eu uso.

Portanto seja mais você, melhore sua autoestima e tenha seu estilo próprio !

Beijos da Ginja !

 

7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: